Ventosaterapia

A ventosa desenvolvida no oriente tem base na acupuntura, entretanto a utilização desta técnica é milenar já que existem informações de seu uso no antigo Egito e até pelos gregos, nos escritos de Hipócrates no século IV a.C. Trabalha identificando os pontos de desequilíbrio, desobstruindo os canais que levam as energias vitais até os órgãos necessitados.Além disso, ao estimular o cérebro a produzir mais endorfina e serotonina, tem-se como consequência uma sensação de bem-estar para o ser. Dessa forma, também é aplicado em casos de depressão, ansiedade ou patologias relacionadas com o emocional.

A aplicação é feita utilizando copos redondos de vidro aquecidos internamente com fogo, que expande o ar existente. Após aplicação numa área da pele, o ar aquecido começa a arrefecer e forma-se um vácuo parcial no interior. A diferença de pressão entre o ar interior e o exterior acaba por gerar uma força de sucção. As aplicações são realizadas imediatamente após o aquecimento em regiões específicas do corpo, principalmente nas costas.

O número de copos varia de acordo com a patologia que será trabalhada, também o tempo de permanência nas regiões pode alternar de 5 à 15 minutos.A aplicação das ventosas deixa frequentemente uma marca púrpura na pele no local que foi sugado, isto é normal e vai desaparecendo aos poucos sem tratamento especial.

 

Método com Sangria

A estagnação do sangue, escuro e sujo nos músculos das costas ou das articulações é considerado pelas Medicinas Orientais como um dos elementos causadores de doenças. Na Europa, assim como na Ásia existiam vários métodos modificados de sangria e escarnificação. A utilização das ventosas pode ser feita com ou sem sangria, que consiste em retirar as toxinas do sangue através da pulsão do músculo com as ventosas. Assim se permanece um maior tempo com cada copo sobre a região tratada para formar uma bolha de sangue escuro. A mesma é estourada e depois coberta para não haver infecção. Esse método é milenar e difundido por todo o mundo. Também é conhecido como “sanguessugas de vidro” já que existem outras terapias que proporcionam efeitos curativos através da extração do sangue impuro.

 

Método na Massoterapia

As ventosas podem ser utilizadas em associação com outras terapias reforçando a efetividade destas. Pode-se utilizar para produzir o “efeito massagem” em regiões mais amplas como coxas e costas, para tratar as suas desordens. Esta massagem tem o efeito de remover a pele ressecada pela abertura dos poros e pela transpiração. Mecanicamente, aumenta o fluxo da linfa, reduzindo o edema, mantém a flexibilidade dos músculos, retira as adesões e as fibroses e mobiliza o funcionamento dos órgãos, descongestiona os bloqueios de energia, ativa a circulação e o funcionamento geral do corpo.

 

Indicação

– Limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo (produzidas pelos alimentos e outras fontes poluentes)

– Alívio de dores musculares

– Melhorar o sistema circulatório

– Redução de celulite e gordura localizada

– Tratamento de lombalgias

– Redução de dores abdominais

– Tratamento de hipertensão

 

Contra-Indicação

A aplicação de ventosas é contra-indicado para casos de febre alta, convulsões ou cólicas, alergias na pele ou inflamações ulceradas, áreas em que o músculo é fino ou a pele não é plana por causa dos ângulos e depressões ósseas. Em mulheres grávidas não é recomendado o uso nas regiões do abdômen e lombar. 


© 2018 | Shanti Om Terapias